Quinta, 04 Maio 2017 11:44

O que é a Personalidade?

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

 

A palavra personalidade carrega um grande peso de mistério e fascinação em nossa sociedade. Podemos dizer que a palavra personalidade significa um conjunto de características comportamentais, de inteligência e de carácter que distinguem um indivíduo de outro. Muito utilizada como uma forma de generalizar as características de uma pessoa ou até mesmo para "problematizar determinada subjetividade da pessoa". Mesmo que essa palavra seja muito generalizada e utilizada das mais diversas formas em nossa sociedade, podemos categorizar e resumir em dois grupos de maior utilização, como: habilidade social e determinada característica que mais se destaca no indivíduo.

No primeiro caso refere-se a habilidade e/ou perícia social. Isso faz menção a capacidade de uma pessoa se socializar e, se me for pertinente, uso um exemplo de Hall and Lindzey (2000),  se uma professora aponta um determinado "problema na personalidade" do seu aluno, certamente ela diz que as habilidade sociais do aluno em questão não são satisfatórias para a interação social em sala de aula. No segundo, consiste na impressão última do indivíduo, aquela que mais se destaca dentre todas suas outras características. Assim temos o costume de dizer que o sujeito tem uma "personalidade forte", "personalidade agressiva", etc.

Independente do caso uma coisa é certa: o observador retira do sujeito uma característica dependendo das suas impressões pessoais. Logo as personas seriam boas ou más. Podemos dizer então que a personalidade é algo que define a condição humana, é a organização ou padrão dado ás várias respostas distintas do indivíduo. Mas tudo isso acredito que você já saiba. Então seria cômodo trazer mais para perto a utilização dessa palavra, digo para nossas práticas na psicologia, não é mesmo? Saiba, então, que em nosso meio de atuação, a priori, fica um pouco pior. Isso porque dentro das psicologias há inúmeras variações de significados e utilizações; cada qual a critério do teórico escolhido. Acredito que enumerar todas elas torna-se uma árdua tarefa, então, limito-me a breve explicação, explicativa, geral. Busco, então, fomentar em você a sede de conhecimento para buscar e se aprofundar nessas definições.

 

Allport já dizia que "a personalidade é o que um homem realmente é"!

 

Se considerarmos toda explicação até aqui, podemos chegar na conclusão de que "nenhuma definição substantiva de personalidade pode ser generalizada" (Hall and Lindzey, 2000, p. 32.). Isso quer dizer que a forma como a pessoa/psicólogo definirá "personalidade" dependerá única, e por que não exclusivamente, do seu referencial teórico.

 

"... a personalidade é defnida pelos conceitos empíricos específicos que fazem parte da teoria da personalidade empregado pelo observador [psicólogo]", (Hall and Lindzey, 2000, p. 33).

 

Logo, o que podemos extrair desse artigo é que a personalidade, de forma geral, "consiste em uma série de valores ou termos descritivos que descrevem o indivíduo que está sendo estudado em termos das variáveis ou de dimensões que ocupam uma posição central dentro de uma teoria específica", (Hall and Lindzey, 2000, p. 33).

 

Referência:

Hall, Calvin S; Lindzey, Gardner; Campbell, John B. Teorias da Personalidade. 4 Edº. Porto Alegre: Artmed, 2000.

Ler 257 vezes Última modificação em Quinta, 04 Maio 2017 14:04
Gabriel M.

Criador do Blog PsicoLógos, discente do Curso de Formação de Psicologo pela Universidade Paulista e um completo apaixonado pelos fenômenos humanos. Acredita na promoção da igualdade através da aceitação das diferenças que tanto nos tornam especiais.

www.blogpsicologos.com.br | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.