Sábado, 22 Abril 2017 14:12

Por que Estudar a História da Psicologia?

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

 

Sou defensor do estudo da história da nossa psicologia, entendo que compreender o passado e se "familiarizar" com os teóricos de outrora nos ajuda a aprender um pouco - mesmo que superficialmente - do contexto social-histórico e como eles (teóricos) desenvolveram seus pensamentos, como elaboraram suas teorias.

Mesmo que a posteriori, acredito ser essa uma das grandes competências que essa disciplina busca proporcionar. Mas, voltando para o objetivo principal, a disciplina de história da psicologia busca desenvolver o entendimento do aluno quanto a concepção, criação enquanto ciência objetiva e desenvolvimento da área de estudo em questão (psicologia). Se essa disciplina faz parte da grade curricular é porque sua instituição de ensino decidiu que seria importante estudar a história desse curso. Imagina ser questionado do porque de Wundt ser considerado o "pai" da psicologia moderna ou quem é o "pai", "criador", da psicologia e, o psicólogo ou estudante, não saber responder. Pouco quero afirmar que isso seja sinônimo de proficiência na área, mas todo profissional - independente da área - deve conhecer quem proporcionou sua área de conhecimento. Claro, isso para mim. Até se explica para quem não teve oportunidade de estudar a história da psicologia na universidade - há faculdades que não integram tal disciplina na grade curricular -, mas não justifica a não procura por conhecer.

Caso não saiba ou tenha esquecido, confira o artigo abaixo:

Saiba Mais: Wilhelm Wundt - O Pai da Psicologia Moderna.

 

" Alguns psicólogos dedicam-se às funções cognitivas, enquanto outros lidam com as forças inconscientes; e há, ainda, os que trabalham somente com o comportamento observável ou os processos fisiológicos e bioquímicos. A psicologia moderna compreende várias áreas de estudo que pouco parecem ter em comum, exceto o grande interesse na natureza e no comportamento humano, e uma abordagem que tenta, de algum modo, ser científica.

A única linha de trabalho que une essas diversas áreas e abordagens e lhe dá um contexto coerente é sua história, ou seja, a evolução da psicologia ao longo do tempo como uma disciplina independente. Somente a exploração das origens da psicologia e o estudo do seu desenvolvimento é que proporcionam uma visão clara da natureza da psicologia atual. O conhecimento histórico organiza a desordem e estabelece um significado ao que parece ser um caos, colocando o passado em perspectiva para explicar o presente", (Schultz  e Schultz, 2015, p. 03).

 

Logo compreendemos que o estudo da história da psicologia e a única maneira formal e sistêmica de integrar as áreas e as questões da psicologia moderna, e habilitará o aluno a reconhecer as relações entre as ideias, teorias e os esforços na pesquisa, bem como compreender como "diferentes peças do quebra-cabeças da psicologia se encaixam [com harmonia] para criar uma figura mais coerente", (Schultz e Schultz, 2015, p. 03).

 

Referências:

Schultz, Duane P; Schultz, Sydney Ellen. História da Psicologia Moderna. 10ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

Ler 148 vezes Última modificação em Terça, 25 Abril 2017 05:08
Gabriel M.

Criador do Blog PsicoLógos, discente do Curso de Formação de Psicologo pela Universidade Paulista e um completo apaixonado pelos fenômenos humanos. Acredita na promoção da igualdade através da aceitação das diferenças que tanto nos tornam especiais.

www.blogpsicologos.com.br | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.