Sexta, 02 Dezembro 2016 13:54

O Método de Introspecção de Wundt

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

 

experiencias laboratorio leipzig

 

Esse artigo é uma continuação de Wilhelm Wundt - O pai da psicologia, caso queira saber sobre a vida de Wilhelm Maximilian Wundt clique aqui.

 

O Método de Introspecção de Wundt:

 A introspecção é o ato em que a pessoa analisa seus estados mentais, tomando consciência deles. Crenças, imagens mentais, emoções, memórias (visuais, auditivas, tácteis, olfativas) e pensamentos são conteúdos mentais que são passíveis de intropecção. Em outras palavras a introspecção é a autoanálise da mente a fim de inspecionar e relatar pensamentos e/ou sentimentos pessoais.

"Ciência da experiência consciente", assim descreveu sobre sua nova psicologia. Para ele o método de observação devia utilizar a instrospecção para que se obtenha um melhor resultado, porque "somente o indivíduo que passa pela experiência é capaz de observa-la" (Schultz, 2016, p. 72). Tal método era chamado de Percepção Interna por Wundt.

Em seu laboratório, na Unversity of Leipzig, Wundt determinou condições para que fossem feitas as percepções internas (introspecção):

  • Os observadores deviam ser capazes de determinar o momento quando o processo seria introduzido.
  • Os observadores deviam estar em estado de alerta.
  • Deve haver condições adequadas para variar as situações experimentais quanto a manpulação controlada do estímulo.
  • A equipe deveria garantir condições adequadas para que a observação pudesse ser repitida quantas vezes fosse necessário.

 

Visando deixar os indivíduos rápidos na observação experiênte e alertas quanto à experiência consciente a ser observada, Wundt submeteu seus alunos a um treinamento persistente e repetitivo, somente assim estariam aptos a realizar mecanicamente as observações necessárias. Na teorias, as pessoas que foram treinadas por Wundt não precisariam de uma pausa para pensar tão pouco para refletir sobre o processo (evitando que a pessoa tive alguma interpretação pessoal) e seriam capazes de, automaticamente, descrever a experiência consciente quase de forma imediata e automaticamente.

"Wundt praticamente não aceitava o tipo de introspecção qualitativa em que as pessoas simplesmente descreviam suas experiências íntimas" (Schultz, 2016, p.73). A descrição que ele buscava estava relacionada aos julgamentos consciente que a pessoa tnha sobre o tamanho, duração e intensidade de vários estímulos físicos, ou seja, "o tipo de análise quantitativa da psico pesquisa psicofísica" (Schultz, 2016).

Um historiador desenvolveu uma ardua pesquisa que envolvia todos os estudos de Wundt buscando dados quantitativos e qualitativos. Ele descobriu que "praticamente em quase todos os 180 estudos experimentais publicados entre 1883 e 1903, nos vinte volumes do  Philosophische Studien, só foram encontrados quatro que usam dados instropectivos qualitativos" (Danziger, 1980, p. 248). Isso ressalta a importância que Wundt dava para os dados quantitativos descritos no paragrafo anterior.

 

Elementos da experiência consciente:

 Como já sabemos, Wundt definiu o objeto de estudo e a metodologia para a nova ciência da psicologia mas faltava ainda traçar as metas, e ele o fez:

  • Análise dos processos conscientes, utilizando seus elementos básicos.
  • Descobrir como eram organizados e sintetizados esses elementos.
  • Determinar as leis da conexão que regiam a organização dos elementos.

Com as metas traçadas, podemos desviar nossa atenção para os elementos da Experiência Consciente. 

Sensações: Sempre que um orgão do sentido é estimulado e os impulsos resultantes aringem o cérebro. A sensação é classificada pela intensidade, duração e modalidade sensorial. Para Wundt, a sensação era uma das duas formas mais básicas de experiências.
Sentimento: Para Wundt, o sentimento é outra forma basica da experiência porém ele é complemento subjetivo da sensação, "embora não se origine diretamente de um órgão do sentido" (Schultz, 2016). A sensações são acompanhadas de qualidades de sentimento; quando se bominam para formar um estado mais complexo, resultam na qualidade do sentimento.

Com base nisso, Wundt propôs a teoria tridimensional do sentimento: que é a explicação de Wundt para os estados do sentimento, que baseiam-se em três dimensões. Tais dimensões são as de prazer/desprazer, tensão/relaxamento e excitação/depressão.

Apercepção:

Processo pelo qual elementos mentais são organizados, novas propriedades são criadas através da mistura ou combinação desses elementos.

Para Wundt, a apercepção consiste em um processo ativo. Nossa consciência não atua apenas sobre sensações e sentimentos básicos que experimentamos. Ele "reconheceu que, ao olharmos para os objetos do mundo real, nossa percepção é dotada de unidade ou de totalidade" (Schultz, 2016, p. 74). Desse modo, Wundt não acreditava no processo de associação mecânca e passiva.

 

Críticas a Wundt:
  • Quando a introspecção é realizada por vários observadores, como saber qual é a correta?
  • Se tratando de uma auto-observação, a introspecção é uma experiência particular.
  • A introspecção modifica a experiência psíquica, pois se só descrevemos a vivência depois dela ser vivida, quando a vamos descrever já os sentimentos e as emoções foram também vividos, nunca ficando uma descrição completa e precisa.

 Quanto a a auto-observação, ele reconhecia que era passivel de um aprimoramento posterior já que se tratava de uma experiência particular. E isso é muito importante dentro das obras de Wundt.

 

Recomendamos o artigo: Wilhelm Wundt - O Pai da Psicologia Moderna.

Referências:

Schultz, Duane P; Schultz, Sydney Ellen. História da Psicologia Moderna. 10ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2016.

 

Ler 1615 vezes Última modificação em Terça, 03 Janeiro 2017 13:24
Gabriel M.

Criador do Blog PsicoLógos, discente do Curso de Formação de Psicologo pela Universidade Paulista e um completo apaixonado pelos fenômenos humanos. Acredita na promoção da igualdade através da aceitação das diferenças que tanto nos tornam especiais.

www.blogpsicologos.com.br | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.