Quarta, 09 Novembro 2016 19:27

Estágios do Desenvolvimento Humano

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

Estágios do Desenvolvimento Humano

 

É muito importante conhecer os principais períodos típicos que o desenvolvimento humano passa. Conhecendo-os, adquirimos maior habilidade no trato das faculdades mentais que são pertinentes para cada estágio, adquirimos um conhecimento ímpar sobre nossa natureza e como ela afeta a todos nós ao longo da vida. Já abordei em outros tópicos sobre as influências que limitam esse processo do desenvolvimento. Caso queira saber quais fatores influenciam o desenvolvimento, recomendo esse artigo: Influências no Desenvolvimento Humano.

 

Mas, o que são os estágios do desenvolvimento?

Imagine que os pesquisadores - estudiosos - do desenvolvimento humano, fizeram uma longa fita que ia do 0 ao 65 em números. Esses números representam a nossa idade, sendo que 0 significa a concepção da vida, a união dos gametas, e conforme progride-se nessa longa fita, passando pelos números, simula-se o nosso envelhecimento. De posse dessa longa fita numérica, os pesquisadores decidiram dividir esse processo de maturação em estágios e, para isso, reuniram as grandes mudanças em termos de maturação e desenvolvimento psicossocial que nós passamos e separaram essa longa fita em oito partes. Essas partes nada mais são do que os estágios do desenvolvimento, e os critérios que determinam esses estágios são: desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial.

Os períodos do desenvolvimento: Período pré-natal: da concepção ao nascimento; Primeira Infância: do nascimento aos três anos; Segunda infância: três a seis  anos; Terceira Infância: seis a onze anos; Adolescência: 11 a aprox. vinte anos; Vida Adulta: vinte a quarenta anos; Vida Adulta Intermediária: quarenta a sessenta e cinco anos; e a Vida Adulta Tardia: sessenta e cinco anos em diante.

É importante deixar claro que essas idades não são regra, e varia de indivíduo para indivíduo, de cultura para cultura, porém, é uma média e acima de tudo uma forma de representar os períodos no processo do desenvolvimento.

 

Os períodos do desenvolvimento humano

 Período Pré-natal: É o processo que desdobra desde a fecundação do óvulo pelo espermatozoide até o nascimento da criança.

  • Desenvolvimento Físico
    • Ocorre a fertilização do óvulo, por meios normais ou artificiais.
    • As dotações genéticas que o zigoto recebe já começa interagir com influências ambientais.
    • A vulnerabilidade por influências ambientais é grande nessa fase.
    • Formam-se as estruturas e os orgãos básicos. Inicia-se o desenvolvimento do cérebro.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Desenvolve-se as capacidades de aprendizagem e memória. Nessa fase também desenvolve a resposta aos estímulos sensoriais.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Uma curiosa relação entre o bebê e a mãe acontece nessa época: o feto responde à voz da mãe e desenvolve uma preferência por ela.

 

Primeira InfânciaEsse período se dá desde o nacimento até aproximadamente três anos de idade. Saiba Mais: Primeira Infância - Desenvolvimento Humano.

  • Desenvolvimento Físico
    • Nessa fase o cérebro se torna mais complexo e é extremamente sensível à influências ambientais.
    • No nascimento, os sentidos e sistemas corporais funcionam em graus diferentes, variados.
    • O crescimento, tanto do corpo quanto das habilidades motoras, são bem rápidos.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Desde as primeiras semanas as capacidades de aprendizagem e de memória estão presentes.
    • Há um rápido desenvolvimento do uso e compreensão da língua.
    • Por volta do segundo ano de vida, desenvolve-se a capacidade de usar símbolos e resolver certos problemas.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Aumenta o interesse por outras crianças.
    • Forma-se os vínculos afetivos com os pais e outras pessoas.
    • Há uma passagem de dependência para a autonomia. Começa se entender como individuo, autoconsciência.

 

Segunda Infância: Dos três anos de idade até os seis. Saiba Mais: Segunda Infância - Desenvolvimento Humano

  • Desenvolvimento Físico
    • A aparência começa ficar parecida com as de um adulto, fica mais esguia. Há constância no crescimento.
    • A preferência pelo uso de uma das mãos surges nesse período. As habilidades motoras finas e gerais, mehoram.
    • (Habilidades motoras finas: é a habilidade que requer uma complexidade maior de domínio no movimento. Requeridas para amarrar cadarço, ziper, escrever.)
    • Há diminuição no apetite e nessa fase é bem comum distúrbios do sono.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Fase do famoso pensamento egocêntrico das crianças. Porém a tendência é aumentar a compreensão em relação ao outro.
    • A inteligência torna-se mais previsível.
    • Surge ideias surreais sobre a compreensão do mundo, mas isso se da por conta da imaturidade cognitiva.
    • Melhora na memória e linguagem.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O autoconceito e a compreensão das emoções tornam-se mais complexos.
    • Aumenta a independência, a iniciativa e o autocontrole. Desenvolve-se a identidade de gênero.
    • O brincar torna-se mais imaginativo, elaborado, mais social (geralmente).
    • A família ainda é foco da vida social, mas outras crianças tornam-se importante.

 

Terceira Infância: Tal período inicia-se em meados dos seis anos de idade e vai até os onze anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • O crescimento se torna mais lento em relação aos outros períodos já descritos.
    • A força Física aumenta.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Diminui o egocentrismo. Desenvolve-se o pensamento lógico, porém concretamente. A linguagem e a memória aumentam.
    • Há ganhos cognitivos considerados que permitem que a criança frequente o ensino formal da escola, porém há crianças que demonstram certa necessidade educacional especial.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O autoconceito torna-se mais complexo, afetando a autoestima.
    • Os colegas assumem importância fundamental.
    • A corregulação reflete um deslocamento gradual no controle dos pais para a criança.

 

adolescente estagios desenvolvimento humano

 

A Adolescência: Começa aproximadamente entre os onze anos e vai até vinte.

  • Desenvolvimento físico

O crescimento do corpo e outras mudanças físicas são rápidas e intensas.

A maturidade reprodutiva é o marco desse período.

Se há algum risco para a saúde que envolva essa fase, com certeza, é por motivos comportamentais. Exemplo: Abuso de drogas, distúrbios alimentares, etc.

  • Desenvolvimento Cognitivo

Aprimoramento das capacidades de pensamento abstrato e raciocínio científico.

Pode-se persistir o pensamento imaturo ante algumas situações, que marcam em termos comportamentais essa fase.

  • Desenvolvimento Psicossocial

Esse período é marcado pela busca de uma identidade, incluindo a identidade sexual.

As amizades podem exercer muita influência na vida desses jovens, tanto positiva quanto negativa.

 

Vida Adulta - InícioTodo o período que se da entre os vinte a quarenta anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • O desenvolvimento físico alcança o ápice desse processo, depois começa um ligeiro declínio.
    • As opções de estilos de vida, influencia na saúde.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Os julgamentos morais tornam-se mais complexos.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • Os traços da personalidade tornam-se estáveis. Porém, fases e acontecimentos da vida continuam influenciando.
    • São tomadas decisões importantes sobre relacionamentos, estilo de vida. Decisões essas, duradouras ou não.
    • É nessa fase que as pessoas, em média, casam-se e tem filhos.

 

Vida Adulta Intermediária: Dos quarenta a sessenta e cinco anos.

  • Desenvolvimento Físico
    • Pode ocorrer uma lenta deterioração das habilidades sensoriais, da saúde, do vigor e da força física, mas são grandes as diferenças individuais.
    • As mulheres entram na menopausa.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • As capacidades mentais atingem o auge.
    • A produção criativa pode declinar, mas melhora em qualidade.
    • Para alguns, o sucesso na carreira e o sucesso financeiro atingem seu máximo. Para outros, poderá ocorrer esgotamento ou mudança de carreira.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • O senso de identidade continua a se desenvolver.
    • Na maioria das vezes a saída dos filhos deixa o lar vazio, há um alivio em parte dessa condição ou uma possível falta deles.

 

Vida Adulta Tardia: Dos sessenta e cinco anos em diante.

  • Desenvolvimento Físico
    • A maioria das pessoas é saudável e ativa, embora geralmente haja um declínio da saúde e das capacidades físicas.
    • O tempo de reação mais lento afeta alguns aspectos funcionais.
  • Desenvolvimento Cognitivo
    • Grande maioria das pessoas está mentalmente alerta
    • A inteligência e memória pode se deteriorar em algumas áreas, a maioria das pessoas encontra formas de compensar essa perda.
  • Desenvolvimento Psicossocial
    • A aposentadoria pode oferecer novas opções para aproveitar o tempo disponível.
    • O relacionamento com a família e com amigos pode proporcionar um importante apoio.
    • A busca de significado para a vida assume uma importância fundamental.

 

Esses são os principais estágios, períodos, do desenvolvimento humano e é extremamente importante estuda-los porque são os tópicos fundamentais dentro do estudo do ciclo vital. Esse tema é conhecimento básico dentro da psicologia, é fundamental identificarmos os domínios do desenvolvimento e como se inter-relacionam.

 

Referências: PAPALIA, E. Diane. FELDMAN, Ruth Duskin (2013). Desenvolvimento Humano. AMGH Editora.

Ler 914 vezes Última modificação em Terça, 14 Março 2017 15:36
Gabriel M.

Criador do Blog PsicoLógos, discente do Curso de Formação de Psicologo pela Universidade Paulista e um completo apaixonado pelos fenômenos humanos. Acredita na promoção da igualdade através da aceitação das diferenças que tanto nos tornam especiais.

www.blogpsicologos.com.br | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.